Frases

quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Vista: entre os 10 piores produtos de 2007


Link da lista dos 10 piores



Matéria do meiobit

A lista com os dez piores produtos do ano têm como protagonista o Windows Vista, o último sistema operacional da Microsoft que continua sendo muito criticado.

Os caras do CNET não têm papas na língua e na sua lista com os produtos tecnológicos mais horríveis do ano, o Vista recebeu esta duvidosa homenagem. E para tanto eles apontaram vários motivos.

Por exemplo, que se trata de um produto que provocou a criação de uma campanha publicitária para relançar o XP já dá uma boa idéia das suas possibilidades. E eles também não falaram muito bem do Vista, devido ao fato de que vários fabricantes oferecem o dwongrade do Vista para o XP como opcional se os usuários não ficarem satisfeitos.

continua ..............

Monte o seu TUX de papel



Aqui vai o link

Depois basta imprimir, recortar e montar.

XD

Pacotes RPM

Créditos: vodooo no vivaolinux

O que é o RPM?


O RPM é um sistema de instalação de programas criado pela Red Hat.

O que é um pacote RPM?


Um pacote RPM nada mais é do que os arquivos do programa, scripts e regras para sua instalação.

Como instalar pacotes RPM?


Para instalar um pacote RPM use o comando:

rpm -i nome_do_pacote.rpm

Você tem um pacote instalado, mas acaba de pegar uma versão mais nova do programa. O que fazer? Desinstalar o pacote antigo e instalar o novo? Não! Não é preciso que se faça isso! Você pode atualizar para uma versão mais recente de um pacote já instalado com o comando:

rpm -U nome_do_pacote.rpm

Tudo bem, aprendemos instalar e atualizar um pacote, mas tem aquele programa instalado em meu PC que eu nunca uso, como faço para removê-lo?

Bem, para remover um pacote já instalado use o comando:

rpm -e nome_do_pacote

OBS: Veja que agora não colocamos a extensão rpm. Não é necessário que se coloque a extensão!

Para ver a lista de pacotes instalados em seu sistema use o comando:

rpm -qa

Agora vamos verificar se algum pacote já está instalado em nosso sistema. Para isso utilize o comando:

rpm -qa | grep nome_do_pacote

OBS: O nome do pacote não precisa ser digitado inteiramente!

Exemplo: Para sabermos quais pacotes que possuem "gnome" no seu nome estão instalados em nosso sistema utilizamos o comando:

rpm -qa | grep gnome

Agora veja que existem vários pacotes com o nome gnome-yyyy, onde yyyy é o complemento do nome do pacote, e outros que têm um prefixo (ex.: libgnome-xxx, onde o xxx é a versão do pacote).

Para vermos quais arquivos um certo pacote provê utilizamos o comando:

rpm -qlp nome_do_pacote.rpm

Se você quiser obter informações sobre um pacote instalado no sistema utilize o comando:

rpm -qi nome_do_pacote

OBS: Note que mais uma vez não é necessário usar a extensão rpm.

Agora você quer obter informações de um pacote não instalado, utilize o comando:

rpm -qip nome_do_pacote.rpm

Se no caso acima as informações mostradas ainda não são suficientes para o que queremos, podemos obter mais informações sobre um pacote ainda não instalado com o comando:

less nome_do_pacote.rpm

Digamos agora que você tem um pacote instalado, mas por algum motivo qualquer ele não está funcionando normalmente.

Existem outras maneiras de resolver este problemas, mas se você tentou de tudo e ainda não conseguiu resolvê-lo, pode reinstalar o pacote. Mas ao tentar o comando "rpm -U nome_do_pacote" ou "rpm -i nome_do_pacote" você recebe a mensagem de que o pacote já está instalado, basta usar com o parâmetro --replacepkgs assim:

rpm -i --replacepkgs nome_do_pacote.rpm
ou
rpm -U --replacepkgs nome_do_pacote.rpm

Para instalar um pacote sem que seja verificado se o seu disco possui espaço suficiente para o pacote use o comando:

rpm -i --ignoresize nome_do_pacote.rpm

Atenção: Esta opção não é recomendada visto que se não existir espaço suficiente para a instalação o pacote pode e/ou será instalado com problemas!

Para instalar um pacote sem instalar a sua documentação utilize o comando:

rpm -i --excludedocs nome_do_pacote.rpm

OBS: Apenas os arquivos marcados como documentação não serão instalados!

Para instalar um pacote sem a verificação das dependências utilize o comando:

rpm -i --nodeps nome_do_pacote.rpm

Atenção: Esta opção não é recomendada visto que provavelmente o programa apresentará erros uma vez que as dependências não forem atendidas!

Caso você queira instalar uma versão mais antiga de um pacote já instalado utilize o comando:

rpm -U --oldpackage nome_do_pacote.rpm

Caso você queira apenas testar se um pacote vai ser instalado corretamente (se todas as dependências serão atendidas, se não causa nenhum conflito) em seu sistemas utilize o comando:

rpm -i --test nome_do_pacote.rpm

Algumas vezes quando instalamos e desinstalarmos pacotes pode ocorrer da nossa base de dados do rpm ficar corrompida!

Se ao tentar instalar, atualizar ou remover um pacote você começar a receber mensagens de erro do tipo "Segmentation fault ou (null)-(null)" você deve atualizar sua base de dados do rpm com o comando:

rpm --rebuilddb

Ou então você pode construir uma nova com o comando: rpm --initdb

Para maiores informações sobre o rpm use o comando:

# man rpm

terça-feira, 27 de novembro de 2007

Convertendo AVI para SVCD com legenda embutida

Créditos ao site: rootlinux.com.br
Digamos que você possua um DVD player na sala, em uma televisão que com certeza é maior que seu monitor, então é justo que você queira assistir seus videos baixados da Internet na sala, pois bem é facil fazer isso, basta voce ter um gravador de CD normal, sim não precisa ser gravador de dvd.

Atenção: As dicas serão para o Ubuntu Linux, mas acredito que você pode adaptar a ideia para a sua distro preferida.

Este tutorial pressupôe que, você possui um gravador de CD, codecs instalados e já assiste normalmente videos no seu PC.

Vamos ao Tutorial:


1: Instale o Automatix no Ubuntu, ele vai lhe facilitar a vida para instalar o Avidemux, além de ter outras coisinhas legais:
(http://ubuntuforums.org/showthread.php?t=138405)

Vá no seu console:

$ wget http://beerorkid.com/automatix/automatix_5.6-2_i386.deb
$ sudo dpkg -i automatix_5.6-2_i386.deb


2: Instale o Avidemux

Ok, Automatix instalado, agora digite Automatix e deixe ele atualizar seu sistema, após isso o menu de instalações do Automatix irá aparecer, marque a opção Avidemux e instale.


3: Você precisar ter o ffmpeg instalado, caso não tenha apenas digite no seu console:

$ sudo apt-get install ffmpeg


4: Agora abra o Avidemux, ele está no seu Menu de Aplicações do Ubuntu (Gnome), parte de Som e Video (Audio and Video).


5: Abra o seu AVI no avidemux, vá em File, Open, na caixa de dialogo que irá aparecer navegue até chegar ao diretorio onde está o seu video e selecione clicando 2x para abrir.


6: Build VBR Time Map, confirme a criação do mapa de tempo clicando na opção Build Time Map, pronto video carregado.


7: Ajustando para SVCD. Clique na opção Auto, no menu superior e depois clique em SVCD, confirme se o Destination Aspect Ratio está em 4:3, se não estiver altere para 4:3 e confirme no OK.


8: Ajustando seu SVCD.
No menu lateral esquerdo, vá em Audio, e altere para FFm MP2.
Agora no mesmo menu vá em Video e clique em Filters, se você fez tudo certo até agora já devem ter duas opções nos filtros (MPlayer Resize e Add Black Borders).

9: Adicionando a legenda.
No mesmo menu lateral esquerdo, na parte de vídeo, clique em Filters, depois em Adicionar (add), clique na aba Subtitles, depois em Subtitler, no quadro que irá abrir, clique na pasta Subtitle File e navegue até achar sua legenda, ela deve estar no formato SRT.
Agora ajuste a fonte da legenda, o padrão que vem no Avidemux não funciona no Ubuntu, portanto você precisa apontar o caminho correto para a Fonte, como no meu caso eu instalei pelo automatix as fontes mstcorefonts, eu utilizei o seguinte caminho: /usr/share/fonts/truetype/msttcorefonts/Arial.ttf. Se você não possui essa fonte não tem problema, apenas navegue até o dir /usr/share/fonts/truetype e escolha uma fonte que estiver dentro do dir ou em sub-diretorios.
Depois dessas configurações clique em OK na janela do Subtitle Selector para fechar, clique OK novamente para fechar a janela Video Filters.

10: Definindo o Preview.
No menu superior clique em Video, depois marque a opção Display Output, dessa forma ao clicar no botão Play você terá a previsualização do video com a legenda e já no formato correto. Caso a legenda não apareça algo foi feito errado no ítem 9 deste tutorial.

11: Prevendo
Agora clique no botão Play e veja se está tudo certo com seu video. Se tudo estiver OK (video no formato reduzido e com a legenda) vamos salvar o video.

12: Salvando o Video
Vá em File, clique em Save, depois em Save Video, defina o nome do video, e lembre de colocar a extensão mpeg, como nesse exemplo: video1.mpeg.

13: Gravando o CD
Eu utilizo o K3B para gravar o SVCD, porque ele é mais facil e mostra essa opção (Gravar video SVCD), mas você de qualquer forma irá precisar do vcdimager, verifque se ele está instalado no seu Linux, caso negativo instale: $ sudo apt-get install vcdimager. Abra o K3B, vá em Arquivo (file), clique em Novo Projeto (new project) e depois em Novo Projeto CD de Video.

Navegue pelo diretorio e arraste o arquivo para o interior vazio do projeto, ele provavelmente vai te avisar que o arquivo já deve estar no formato SVCD, apenas clique em OK porque o arquivo é um SVCD que criamos no Avidemux.
Agora grave o seu CD. Let it Burn baby!

Pronto, seu cd está na mão e agora você pode assistir seu video no DVD Player da sala de tv, com a legenda fixa no arquivo. Divirta-se!

Dados complementares:
Data da Publicação: ricardom
URL: http://www.rootlinux.com.br/dicas/ver_dica.php?id=787&categoria_id=8&titulo=MULTIMIDIA
Fonte: http://www.codigolivre.podcastbrasil.com
Enviado por: ricardom (orion@ircbar.com.br)

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

terça-feira, 20 de novembro de 2007

aMule fecha ao adicionar lista de servidores

Nos tempos de Ruindows (¬¬) sempre utilizei o programa emule para puxar tanto mp3 como apostilas, filmes, séries, livros..... vocês sabem como é né, mas era mais para achar um arquivo antigo, alguma coisa que eu não encontrava na web de jeito nenhum. Agora quando resolvi instalar o aMule no ubuntu 7.10 sempre que eu adiciono a lista de servidores que vem por default no programa, o programa fecha automaticamente sem + nem - ;=/
Navegando por blogs relacionados ao ubuntu, encontro a solução postada no planeta ubuntu brasil pelo colega Alysson Neto.

A solução para o problema é muito simples, basta você adicionar a seguinte URL no aMule

http://www.gruk.org/server.met.gz

Agora é só você clicar em adicionar, que a lista de servidores será baixada.

Escolha seu servidor, conecte ao Kad e faça bons downloads


sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Lendo partições Ext2/Ext3 do Linux a partir do Windows


Quem possui tanto o Windows como o Linux instalado no mesmo computador sempre acaba precisando acessar os arquivos que estão em um sistema operacional a partir do outro. Isso não seria problema se o sistema de arquivos de cada S.O. fosse o mesmo, o que não é verdade.

As versões mais atuais do Linux conseguem “enxergar” os arquivos em partições FAT e NTFS do Windows, mas o contrário não é verdade: se você estiver no Windows e precisar de um arquivo que está no Linux, a única solução é instalar um programa capaz de ler a partição Linux, como o DiskInternals Linux Reader.

O DiskInternals Linux Reader é um programa grátis (freeware) compatível com todas as versões do Windows (95, 98, NT, Me, 2000, XP, 2003 e Vista), que permite que você navegue pelos arquivos de uma partição Ext2/Ext3. Com isso, você poderá copiar os arquivos desejados sem precisar bootar o computador no Linux, copiar tudo pra um disquete / CD e depois voltar para o Windows.


O Linux Reader suporta os sistemas de arquivos Ext2/Ext3 somente para leitura, já que a gravação poderia danificar o sistema Linux. Ele exibe os arquivos em uma interface no estilo Windows Explorer, e possui recursos interessantes, como pré-visualização de imagens.


Para fazer o download do DiskInternals Linux Reader, acesse o site oficial clicando no link abaixo e escolha a opção “Download Now”.

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Instalando picasa no ubuntu




1- Pegue o .deb que está localizado no site:
http://picasa.google.com/linux/download.html



2- Abra o terminal, licalize o arquivo deb e digite
sudo dpkg -i picasa_2.2.2820-5_i386.deb



(Antes de você digitar o comando, olhe se a versão baixada é a mesma postada acima picasa_2.2.2820-5_i386.deb)






Pronto, seu picasa já pode ser iniciado

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

MD5SUM e a integridade da sua ISO


MD5SUM é um algoritmo que gera uma "assinatura" de um arquivo, essa assinatura é um código de 32 bits que é obtida através da soma de todos os bits contidos no arquivo.

Geralmente quando você baixa a sua distro linux, na mesma pasta que você pega a ISO você encontra o arquivo MD5SUM:

Por exemplo você acabou de baixar o ubuntu-7.10-desktop-i386.iso

Depois disso entre no terminal e digite:

md5sum ubuntu-7.10-desktop-i386.iso

e o md5sum retornará

d2334dbba7313e9abc8c7c072d2af09c ubuntu-7.10-desktop-i386.iso

depois basta você conferir d2334dbba7313e9abc8c7c072d2af09c com o do site

Para versões do ubuntu você pode conferir no site:

http://wiki.ubuntubrasil.org/UbuntuHashes

Depois que a hash (d2334dbba7313e9abc8c7c072d2af09c) for comparada com a do site e ela estiver intacta você pode continuar os procedimentos normais >

Gravação
e

Instalação da distro

Caso você tenha esquecido de fazer o procedimento acima, você poderá ter erros futuros, tanto

na gravação como erros na instalação do sistema.

Espero que tenha gostado do tutorial.

Duvidas e criticas são sepre bem vindas.

Créditos: www.how2ubuntu.blogspot.com

pitoow

Agradecimento: luiz_zwisch e LuisHenrique do #ubuntubrasil-orkut

domingo, 11 de novembro de 2007

StartUp Manager



Que tal fazer as modificações do grub em interface grafica?

Basta você instalar o startup Manager, seguindo os passos abaixo:

Edite o seu sources.list

alt + F2

gksudo gedit /etc/apt/sources.list

e adicione



deb http://ubuntusoftware.info/ edgy all

depois dê um



apt-get update

e por fim

apt-get install startupmanager


Depois do processo de instalação ser concluido você vai encontrar o aplicativo em:

Sistema > Administração > StartUp-Manager.

Dica: Antes de você fazer qualquer modificação no seu menu.lst sempre faça um backup

cp -f /boot/grub/menu.lst /boot/grub/menu.lst.backup

Aqui vão algumas opções que você vai ter acessando o StartUp Manager

-> Tempo em segundos para boot do sistema operacional default ser carregado

-> Escolha do SO default

-> Mostrar menu de boot S/N

-> Mostrar Splash

-> Resolução

-> Seleção de cores usada no menu

-> Setar password

-> Número de kernel's no boot

E outras opções a + que você só vai descobrir instalando o StartUp Manager

Texto criado por www.how2ubuntu.blogspot.com


Revista Linux n.º 4


Principais Conteúdos:

  • Tudo o que queria saber sobre criptografia

  • Um dia sem X

  • Blogosfera

  • Escolhendo uma distribuição Linux

  • Open Source na prática

  • Como jogar CS no Linux

  • A internet assimétrica

  • Concentrando-nos no utilizador final

  • Paravirtualização

  • BluePad

  • Entrevista com Pedro Costa

  • I Concurso Nacional de Software Livre

  • Jogos: Puzzle Pirates e FreeCiv
Download

5,2 MB , PDF

sábado, 10 de novembro de 2007

Personalizando sua pasta de mp3


Para quem seguiu o tutorial postado aqui no blog, e teve o problema de o totem abrir a pasta como player aqui vai o comando para você mudar o player.


1-
gedit ~/.avatar-factory/avatar-launcher

Depois de abrir o arquivo cole isso:

music="your-music-player"

2- Meu arquivo aqui esta configurado como:

music="xmms"

No meu caso o player que uso é o xmms, basta você então trocar pelo seu player

quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Pacotes para a tradução de programas


Firefox

mozilla-firefox-locale-pt-br


Openoffice

openoffice.org-help-pt-br

openoffice.org-l10n-pt-br


K3B

language-pack-kde-pt-base

language-pack-kde-pt

k3b-i18n


Thunderbird

thunderbird-locale-pt-br

terça-feira, 6 de novembro de 2007

Personalizando a pasta das suas MP3's


Que tal deixar sua pasta de MP3 assim?


























Vamos aos passos

1- http://www.gnomefiles.org/app.php/Avatar_Factory (baixe o arquivo .deb)

avatar-factory-0.4.6.deb

2 - Organize suas mp3's por pastas e dentro de cada uma coloque a foto do album , foto que você preferir

( a foto deve ter o mesmo nome da pasta)

3 - Por exemplo

A pasta que tenho as MP3 aqui é a Shared e a pasta onde eu quero criar os albums personalizados é a avatar,

depois de instalado o arquivo acima, vamos no terminal e digitamos

sudo avatar-factory -mg /home/charles/Shared /home/charles/avatars
Pronto

O Resultado vai ser a imagem postada acima

No terminal ainda você pode digitar:

avatar-factory -lt

este comando retornará

dvd
dvd-1
dvd-2
dvd-3
film
photos
vinyl

então em vez de você usar a linha padrão

sudo avatar-factory -mg /home/charles/Shared /home/charles/avatars

você pode usar

sudo avatar-factory -mg /home/charles/Shared /home/charles/avatars -t dvd

ou

sudo avatar-factory -mg /home/charles/Shared /home/charles/avatars -t photos

você irá usar um dos comandos listados pelo avatar-factory -lt

Exemplo se você usou -t
vinyl sua pasta personalizada ficará assim































e o -t
film ficará


























Espero que tenham gostado

Podem copiar o tutorial à vontade, mas mantenham os créditos
www.how2ubuntu.blogspot.com

Charles - pitoow

domingo, 4 de novembro de 2007

Ativar os efeitos especiais no Ubuntu Gutsy Gibbson (7.10)

Para ativar os efeitos especais no ambiente de trabalho do Ubuntu 7.10, depois do driver da placa gráfica instalado basta fazer o seguinte :

->Instalar os pacotes necessários:
sudo apt-get install compizconfig-settings-manager
->Para ativar os efeitos ir a Menu principal/Preferências/Aparência
Aí no separador "Efeitos Visuais" vamos encontrar as opções possíveis . Na opção "Custom" se clicarmos na janela "Preferências do gtk" vamos obter praticamente os mesmos efeitos que o Beryl produz .
Fica ao gosto de cada um personalizar o seu desktop.
Além dos efeitos especiais podemos alterar fontes, fundo, temas, etc.
Para activar o efeito de chuva:
em "Referencias do gtk" activar a opção "Efeito Aquático" e para fazer chover SHIFT+F9

Qual a diferença entre apt-get e o aptitude?

A principal diferença entre os dois é que o controle de dependências dos pacotes é mais completo e sofisticado no aptitude do que o do apt-get.

Mesmo, no caso de se querer corrigir problemas no sistema, o aptitude é muito mais eficiente. Por exemplo, o apt-get instala o pacote e as suas dependências como o aptitude, mas para desinstalar/remover um pacote o apt-get desinstala apenas o pacote solicitado e deixa as dependências enquanto que o aptitude desinstala também as dependências do pacote.

Já relativamente à pesquisa de pacotes o apt-cache search gera muito mais resultados do que o aptitude search. Isto porque o comando apt-cache search nome_do_pacote procura pelo nome_do pacote tanto no nome do pacote como na sua descrição, enquanto que o comando aptitude search nome_do_pacote procura pelo pacote apenas no nome dos pacotes.

Por estes motivos convém seguir a regra: procurar um pacote com apt-cache search e instalá-lo com aptitude install. ;D

Por: jorgecabralpt

Obter Informações do Sistema no GNU/Linux


Para obter diversas informações do seu sistema basta você acessar a pasta /proc , dentro da pasta você pode listar os arquivos com o ls e depois cat + arquivo

Ex: cat cpuinfo retornará

<<

Mas se você preferir tudo isso por GUI instale o sysinfo

sudo apt-get install sysinfo




sábado, 3 de novembro de 2007

Tirar screenshot com delay (atraso) especificado

Tirar screenshot com delay (atraso) especificado

gnome-panel-screenshot --delay=

Serve para capturar telas com menus abertos por exemplo ,depois é só editar a imagem no gimp recortando os menus que você deseja ;-)

E pra tirar somente de uma janela:

Código:

gnome-panel-screenshot --window

sexta-feira, 2 de novembro de 2007

VLC não mostra as legendas


O VLC - player de vídeo que eu curto muito - pode detectar as legendas automaticamente, contanto que elas tenham o mesmo nome do vídeo que está passando e de preferência, com extensão SRT.

Mas as vezes, ele mostra - ou não - legendas truncadas. Isso ocorre por não estar usando a codificação correta. Para consertar, faça assim:

Vai para Preferences -> Input / Codecs -> Other codecs -> Subtitles, e escolha o Subtitle text encoding correto. O de português é o ISO-8859-1.

Por: Ubuntudicas


APTonCD

O APTonCD cresce a cada dia.

A ferramenta está se tornando cada vez mais popular.

Nasceu para ser utilizada no Ubuntu (Feisty, Gutsy).Já faz parte do repositório do Debian. E agora é instalada por padrão no Linux Mint.

O APTonCD está se popularizando, isso torna o trabalho ainda mais gratificante.

Gnome mais veloz…

Para realizar a troca é simples, abra um terminal e digite o seguinte comando para instalar o Openbox, o seus temas e um programinha para configura-lo facilmente:

sudo apt-get install openbox openbox-themes obconf

Depois de instalar o Openbox, digite o comando abaixo no terminal para substituir o Metacity:

openbox –replace

Agora vá no menu Sistemas>Preferências>Sessões, vá para a aba Opções de sessão e aperte Salvar a sessão atual.

Pronto! Agora, nas próximas vezes em que você logar, o seu Ubuntu estará mais rápido e com um novo gerenciador de janelas.
Para mudar os temas e algumas configurações basta digitar o seguinte comando no seu terminal:

obconf

caso não tenha gostado do Openbox, e queira voltar a usar o Metacity, basta digitar o seguinte comando no terminal:

metacity –replace

Agora vá no menu Sistemas>Preferências>Sessões, vá para a aba Opções de sessão e aperte Salvar a sessão atual.

Pronto!!! O seu sistema está de volta ao normal…

Por: vilixus

RealPlayer (.rmvb)

im, o formato .rmvb pode ser tocado diretamente pelo mplayer, no entanto alguns preferem toca-los diretamente no realplayer. Até a versão do Ubuntu Dapper, a Canonical mantinha-o no repositório “comercial”, atualmente o repositório comercial não conta mais com ele. Minha recomendação para aqueles que preferem usar o realplayer para tocar o formato .rmvb é baixa-lo diretamente do fabricante Real.com, eis um caminho simples :

a) Vá até a página “http://www.real.com/linux” e baixe a versão mais recente cujo nome “atual” é RealPlayer10GOLD.bin, salve-o numa pasta que voce venha a recordar o local.

b) Abra um Terminal e execute nele :

sudo apt-get install libstdc++5
sudo chmod a+x /onde/voce/baixou/RealPlayer10GOLD.bin
sudo  /onde/voce/baixou/RealPlayer10GOLD.bin

O procedimento de instalação é rápido e descomplicado. A seguir voce já poderá ver o realplayer em Aplicações->Som e Video->RealPlayer 10.

Por: Hamacker

Instalando KDE, XFCE ou FluxBox no Ubuntu

No Ubuntu, você pode instalar facilmente, além do ambiente Gnome, que é o padrão do sistema, o KDE, o XFCE e o FluxBox, bastando para tanto ter espaço disponível em disco.
Vejamos os comandos que devem ser digitados no terminal:
- KDE: sudo aptitude install kubuntu-desktop
- XFCE: sudo aptitude install xubuntu-desktop
- FluxBox: sudo aptitude install fluxbox
Para acessá-los:
Sistema -> Sair -> Log Out
Para iniciar a sessão no KDE/XFCE ou Fluxbox, clique em Sessões e escolha uma delas.

Por: jeffersonjbj

Instalando os presets do XMMS

Instalando os presets do XMMS
(Opções de audio, rock, party, pop etc.. )

1) Abra um terminal e digite, para baixá-los:
wget http://www.xmms.org/misc/winamp_presets.gz

2) Agora, vá para a pasta para onde foram baixados (possivelmente a Desktop) e digite:
gunzip -c winamp_presets.gz > ~/.xmms/eq.preset

3) Execute o XMMS :D

Limpar thumbnails antigo

Limpar thumbnails antigos

O gestor de ficheiro nautilus mostra-lhe os thumbnails das imagens, ficheiros pdf etc quando esta a navegar nos directórios. Mas isso já sabia. O nautilus conserva também uma cópia dos thumbnails para mais tarde, acelarar as coisas. Os thumbnails são armazenados no directório ~/.thumbnails. Com o tempo, os thumbnails vão-se acumulando, pois, mesmo que apague um ficheiro ( uma imagem por exemplo ), o thumbnail fica. Limpar isto pode arranjar algum espaço.

Este comando pode ser usado para procurar e remover os thumbnails que não são acedidos há 7 dias. Apagar os thumbnails não deve afectar nada de especial, uma vez que se o Nautilus não encontrar um thumbnail, ele vai criar um novo.

$find ~/.thumbnails -type f -atime +7 -exec rm {} \;

Por: Guia Ubuntu PT

quinta-feira, 1 de novembro de 2007

Intalando XMMS com suporte a wma no Ubuntu

O XMMS é meu player de música favorito. Um dos motivos é a semelhança com o Winamp. O suporte a vários skins também me agrada.

Algumas das músicas que tenho são em formato wma e o XMMS não toca wma por padrão, mas como uso o Ubuntu como distribuição, instalar o XMMS com suporte a wma e com skins é tarefa fácil, basta digitar o comando abaixo no terminal:

$ sudo apt-get install xmms xmms-wma xmms-skins

Por: pyman