Frases

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Ubuntu Linux Toolbox: 1000+ Commands for Ubuntu and Debian

FireGPGTranslate

Ao usar o FireGPG ontem 29/12/2009, me deparei com alguns erros de tradução, fiz até uma postagem no blog, porque para mim esse erro parecia ser "O" erro.

Logo após postar no blog, mostrei para meu grande amigo @sonysantos, que disse o seguinte.

Mas não posso ficar apenas na crítica. Alguém teve o trabalho de traduzir, de graça, mesmo com erros. Merece um incentivo; no mínimo, um "obrigado". Afinal, nunca me ofereci para traduzir nem os programas de que mais gosto!

Bom, foi depois disso que pensei, vou dar minha ajuda na tradução do FireGPG.
Entrei no site, fiz meu cadastro, logo, o site não disponibiliza arquivos .po para tradução offline como costumo fazer com pacotes do ubuntu, mas mesmo assim consegui "arrumar" um pouco o erro que tinha encontrado.
Segue as imagens:






















--












--

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

namebench

Quer ter uma navegação de alta velocidade? Faça um teste com os diversos servidores de DNS e veja qual o mais rápido, e adapte ao seu computador.
Namebench roda em Mac OS X, Windows, e UNIX. Também está disponível em interface grafica e por linha de comando.

Para mais detalhes do programa (clique aqui)












sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Ubuntu 9.10 - Baixe já o seu!



MD5SUMS
836440698456aa2936a4347b5485fdd6 *ubuntu-9.10-alternate-amd64.iso
3faa345d298deec3854e0e02410973dc *ubuntu-9.10-alternate-i386.iso
dc51c1d7e3e173dcab4e0b9ad2be2bbf *ubuntu-9.10-desktop-amd64.iso
d91659de6e945dbb96eb8970b2b4590a *ubuntu-9.10-desktop-armel+dove.img
297875d2a7531824a0fb08f241d33e85 *ubuntu-9.10-desktop-armel+imx51.img
8790491bfa9d00f283ed9dd2d77b3906 *ubuntu-9.10-desktop-i386.iso
ed6e77587b87fe0d92a2f21855869f00 *ubuntu-9.10-netbook-remix-i386.iso
14707e8847b9c9ba2dd1869fb5086e4f *ubuntu-9.10-server-amd64.iso
55618ad5f180692f9dac20cbff352634 *ubuntu-9.10-server-i386.iso
37a04db193b1a342f961f59aea2fada8 *wubi.exe

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

10 Ferramentas para monitoramento de Rede

Post original by Ben Dowling

Atualização: Em nenhum momento foi de intenção deste blog plagiar o artigo original como conta nos comentários do brlinux, nossa intenção foi apenas de ter um bom artigo em PT-BR, com ferramentas úteis para o dia-a-dia do administrador.

Ficam aqui minhas desculpas para a comunidade por não ter colocado o link do artigo original, a intenção deste blog é de sempre ajudar a todos da melhor forma possível.




Quando você tem um site ou uma rede de computadores, é útil, sempre estar ciente dos problemas que estão acontecendo
Há ferramentas "server/network "para monitoramento que são open-source e freewares que irão supervisionar sua infraestrutura para quaisquer problemas que possam surgir. Essas ferramentas servem para ajudar a verificar se seu serviço está offline ou se a infraestrutura precisa ser aumentada.
Nesse artigo você verá uma variedade de aplicativos que irão suprir suas necessidades.

1. Monit

Monit não só monitora o servidor, mas também resolve problemas, tomando ações pré-definidas para determinadas situações. Por exemplo, se seu banco de dados cair, o Monit pode automaticamente reiniciar o serviço se for devidamente programado.
Se você tiver mais de um servidor que você precisa para acompanhar, então você pode usar M / Monit - uma versão estendida do Monit que fornece uma maneira simples de monitorar várias máquinas.

2. Ganglia



Quando você tem um conjunto de máquinas, é difícil ver como todo o cluster está se comportando. Por isso, Ganglia, apresenta uma visão geral de todo o cluster. Esta é uma ótima ferramenta para ter configurado quando você está trabalhando com um cluster de servidor, mas pode ser um exagero usá-lo para apenas uma unica máquina.

3. Munin


Ele pode produzir automaticamente diáriamente / semanalmente / mensalmente / relatórios, gráficos de muitas métricas importantes. Ele vem com a capacidade de monitorar os recursos do sistema central, como memória, espaço em disco, uso de CPU, aplicativos de servidor como MySQL, Apache e Squid.

Uma das maiores forças do Munin é como ele é simples de se estender. Com apenas algumas linhas de código, você pode escrever um plugin para monitorar quase tudo. Sendo tão fácil de se estender, o Munin significa que também é uma boa escolha para representar graficamente as coisas não relacionadas com o desempenho do servidor, tais como o número de inscrições de usuário ou popularidade do Web site.


4. Cacti


O Cacti é semelhante ao Munin em muitas maneiras. O que é que faz o Cacti diferentes e onde se destaca em relação ao Munin é que ele permite-lhe redimensionar seus gráficos e exibição de dados para um intervalo arbitrário. Considerando Munin fixou diária, semanal, mensal e anual mente gráficos (a menos que você escrever uma extensão personalizada), Cacti permite visualizar seus dados, contudo, se você desejar: duração de 2 horas, últimos 4 dias, últimos 6 meses, etc. Você pode até selecionar visualmente e zoom em regiões em seus gráficos.

5. Nagios


Nagios é "o padrão da indústria em monitoramento de infra-estrutura de TI", pelo menos é isso o que diz em seu site. Nagios pode ser complicado para instalar e configurar, mas a sua riqueza de recursos são inigualáveis por qualquer ferramenta no mercado, e está orientado para o administrador de rede experiente de TI. Nagios suporta monitoramento de vários hosts e pode enviar alertas por e-mail, pager (se você ainda usar esta tecnologia antiga) ou SMS / mensagens de texto. Como Monit, ele também pode ser configurado para responder aos problemas.

6. Zabbix

Zabbix é uma "característica-embalada" ferramenta de monitoramento. Ele tem grande suporte de visualização definidos pelo usuário, incluindo exibições, zoom e mapeamento. Ele pode enviar alertas por e-mail, SMS ou mensagem instantânea. Também fornece alertas sonoros, que podem ser úteis quando você está fisicamente perto da máquina.


7. Observer


Observer é orientado para Linux, BSD e redes Cisco. Ele suporta auto descoberta de sua infra-estrutura de rede, encontrando as redes que você está provavelmente interessado em monitoramento; esse recurso pode ser comparado à forma como o software de Wi-Fi encontra automaticamente os sinais no intervalo que pode ser tomada em. Observer fornece gráficos detalhados, e pode ser criado junto com o Nagios para fornecer alertas.

8. Zenoss


Zenoss é uma versão open source do comercial servidor de ferramenta de monitoramento Zenoss Enterprise, escrito inteiramente em Python. Ele suporta o formato de plugin Nagios, tanto plugins existentes do Nagios pode ser usado em Zenoss. Um dos principais destaques do Zenoss é o seu poderosa e simples interface de usuário.

9. Collectd

Collectd é semelhante ao Munin e o Cacti, em que ela incide graficamente as métricas do sistema. Quando se supera em é que é projetado especificamente para desempenho e portabilidade, o que em última análise, significa que é grande sobre os sistemas robustos, low-end systems, e sistemas incorporados. Sendo projetado para desempenho e baixo uso de recursos do sistema significa que o Collectd pode coletar dados a cada 10 segundos, sem interferir com os processos de seu servidor, fornecendo estatísticas de resolução extremamente alta. Você pode também escrever extensões para ele em C, Perl ou Java.

10. Argus


Argus tem um foco no acompanhamento de serviços de rede, suporta IPv4 e IPv6. Tem um bom processo de alerta: depois de enviar um alerta e ainda o problema não ser resolvido dentro de um período fixo de tempo (porque o administrador está em casa dormindo), outro aviso será enviado para outra pessoa.

sábado, 31 de outubro de 2009

Coloque o GMAIL como seu cliente de email padrão

Todo Geek que é Geek mesmo usa o GMAIL, mas toda a tarefa de sempre ficar acessando o webmail ou o evolution pode se tornar ainda mais simples.
Depois de você fazer a dica abaixo, sempre que você clicar em um link do tipo mailto: você vai ser automaticamente redirecionado para o gmail.

1° Acesse > Sistema > Preferencias > Aplicações preferidas
Marque a opção como mostra a imagem abaixo


2° No campo command cole a linha de comando abaixo

sh -c "firefox 'https://mail.google.com/mail?view=cm&tf=0&to='$(echo \"\$1\" | sed -e 's/mailto:\(\/\/\)\?//' -e 's/\?/\&/' -e 's/\&subject=/\&su=/I')" custom-mailto-launcher "%s"


Agora tudo deve estar funcionando!

Abra um link do tipo mailto, e logo após seu GMAIL vai ser carregado e aberto até essa tela:


Lembrando que se você não estiver logado no GMAIL , e clicar num link mailto você vai cair na tela de login do site.



quarta-feira, 14 de outubro de 2009

sábado, 3 de outubro de 2009

Geek ao extremo! - Space Invaders no GRUB

Tutorial pego do site Viva o LINUX

Update 15/out/09 - Se alguém souber como sair do jogo, poste um comentário. Já tentei várias teclas, mas sem sucesso.

Lembra do jogo space invaders? Sim, Sim, aquele que você jogou no seu atari, no super nintendo, mega drive e etc.
Pois é, você pode ter esse jogo no menu do grub, basta baixar o pacote grub-invaders e colocar no /boot e depois adicionar uma entrada no arquivo menu.list.

Vamos as etapas.
1 - Download do pacote

2 - Depois de baixar o pacote, coloque dentro da pasta /boot

3 - Insira uma entrada no GRUB

title           Ubuntu 8.04.2
root (hd0,1)
kernel /boot/vmlinuz-2.6.24-16-generic...blá...blá...blá...
initrd /boot/initrd.img-2.6.24-16-generic
quiet

title Space Invaders
root (hd0,1)
kernel /boot/invaders


4 - Pronto, reinicie sua maquina e acesse a entrada criada para o game.



Sapce Invaders no atari 2600 WOW!

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

O perigo de copiar e colar no terminal

No vídeo abaixo, o comando rm -rf / é executado, apagando todos arquivos e pastas do sistema, no final do vídeo o caos esta feito.


O terminal é sem dúvida uma poderosa arma, feito para facilitar a nossa vida, assim como uma faca de cozinha que ajuda em muito na hora de cozinhar. Porém como uma faca em mãos erradas é sinal de perigo, assim é o terminal com o trio copiar-colar-enter.

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Aliase's para seu .bashrc

# Interpreter aliases
alias py='python'
alias rb='ruby'
alias pl='perl'

--
# Package management aliases
alias install='sudo aptitude install'
alias reinstall='sudo aptitude reinstall'
alias uninstall='sudo aptitude purge'
alias update='sudo aptitude update && sudo aptitude full-upgrade'

--

# Extrair arquivos
extract () {
if [ -f $1 ] && [ -r $1 ] ; then
case $1 in
(*.tar.bz2|*.tbz2) tar xjf $1;;
(*.tar.gz|*.tgz) tar xzf $1;;
(*.bz2) bunzip2 $1;;
(*.rar) rar x $1;;
(*.gz) gunzip $1;;
(*.tar) tar xf $1;;
(*.zip) unzip $1;;
(*.Z) uncompress $1;;
(*.7z) 7z x $1;;
(*.deb) sudo dpkg -i $1;;
(*.rpm) sudo alien -dik $1;;
(*) echo "extract: unsupported format $1" ;;
esac
else
echo "extract: file not found or unreadable: $1"
fi
}

--

alias cd-on="mount /dev/cdrom /cd"
alias cd-off="umount /dev/cdrom"

--

alias instalar=’apt-get install’

alias remover=’apt-get remove

alias buscar=’apt-cache search’

alias upgrade=’apt-get upgrade’

alias update=’apt-get update’

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Quem não segue você no twitter


Algumas pessoas quando "seguem" alguem no twitter esperam ser "seguidas" também. Mas se você tem muitos seguidores, qual é o melhor método de saber quem não está te seguinto?

Segue abaixo um simples código feito em python para você saber todos os usuários que você segue, e que não estão te seguindo.




import twitter, sys, getpass, os

def call_api(username,password):
api = twitter.Api(username,password)
friends = api.GetFriends()
followers = api.GetFollowers()
heathens = filter(lambda x: x not in followers,friends)
print "There are %i people you follow who do not follow you:" % len(heathens)
for heathen in heathens:
print heathen.screen_name

if __name__ == "__main__":
password = getpass.getpass()

call_api(sys.argv[1], password)


UPDATE: Lembrando que para isso você precisa ter uma api do wtitter instalado no computador
mas a mais popular pode ser pega aqui

depois
$ python twit_heathens.py <twitter-username>

=

$ python twit_heathens.py david_ziegler
Password:
There are 9 people you follow who do not follow you:
leahculver
boxee
boxee_bd
jeresig
sunlightlabs
venturehacks
djangolinks
lushwhip
thefo0


Para quem quiser o script em ruby




segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Controle de volume por aplicativo

Olá pessoal, com a instalação do pacote que irei mostrar logo abaixo você terá controle sobre o volume de qualquer aplicação.


Você pode simplesmente instalar o pacote pelo terminal com o comando sudo apt-get install gnome-volume-control-pulse , ou seguir os passos da instalação pelo synaptic



Segue abaixo as etapas para a instalação.






O tutorial pego da softpedia

sábado, 29 de agosto de 2009

pv - Pipe Viewer



pv - Pipe Viewer é uma ferramenta baseada no terminal para monitorar o progresso de dados através de uma "pipeline"

Pode ser inserida entre dois processos para dar uma indicação visual da velocidade que os mesmos estão correndo; tempo já decorrido; tempo para a conclusão

Debian users podem usar o: apt-get install pv , para ter o pv instalado.

No site do programa você pode ver as novidades das novas versões, comentarios, bug reports, etc.

Manual

http://pipeviewer.googlecode.com/files/pv-1.1.4.tar.gz -=- 90K

sábado, 15 de agosto de 2009

IE6 NO MORE #ie6mustdie

Translate to English


Apesar de boicote, suporte ao Internet Explorer 6 vai até 2014

Como pode ser visto no comentário no site do G1. Um usuário disse o seguinte>

--------------------------------------
>Rada|14/08/200913h12 <

Não querem usar o o IE6 não use oras.. Não sei pq tem gente que nem usa o IE8,9,10,1000 e fica de mimimi.

--------------------------------------
Para quem não domina muito o assunto , a sua opinião pode ser a mesma do usuário acima.

Se quiser continuar usando o IE6 , use, se quiser atualizar, atualize.

Mas meus amigos, sinto muito em lhes dizer que essa questão vaí muito mais longe.

Imagine-se você ser um desenvolvedor de sites.
Imagine você ter criado um site , tudo certo, mas quando ele é acessado pelo ie6 aparece totalmente desconfigurado. E aí?
E aí que toooodooo tempo gasto para fazer um contorno desse erro, poderia ser utilizado para outros propósitos, como implementação de novas funcionalidades
pentests, etc..
Webmasters estão cansados de fazerem gambiarras pra isso.
Se fosse pelo simples fato de atualizar um navegador no sistema JANELAS, quem não consegue fazer isso?
Muitas vezes numa empresa, funcionários não podem fazer o upgrade por estarem quebrando a política da empresa, por não terem as devidas permissões para realizarem a tarefa.
Em outros casos, entra a questão do custo de compra do produto, manutenção e etc.
Cabe a você fazer a escolha do seu navegador (tenho certeza de que você já usa o firefox ;D) e passar a diante a campanha que todos os desenvolvedores e websites apoiam:

http://www.ie6nomore.com/

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Coisas de GEEKS


10 coisas que um geek odeia! from nadilsonsantana

1. discutir relacionamento, afinal o que é isso?
2. ser desafiado por outro geek
3. assistir novelas (a não ser para ver as bundas)
4. ler sobre fofocas dos artistas
5. conversar com pessoas do tipo: playboys, patricinhas, ignorantes, bombados e turmas do gênero…
6. ser exigido sua sociabilidade
7. ir a igreja
8. ler código tosko dos outros
9. acordar cedo
10. trabalhar horário padrao

10 coisas que os geeks computeiros gostam

1. falar sobre tecnologia no buteco
2. contar em binário
3. contar sobre aquele último bug que corrigiu
4. ver sites pornos
5. fazer sinais esquisitos com VI com os dedos
6. ver filmes de ficção científica
7. jogar RPG sexta-feira a noite
8. participar de hack-parties sábado o dia todo
9. ir pra congressos e ficar sentado no chão com o notebook no colo
10. apaixonar-se por qualquer menina que lhe dê um “oi”

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Ubuntuzilla - Seus softwares sempre atualizados


Ubuntuzilla é um script em python que vai lhe ajudar a sempre manter seus softwares (Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, and Mozilla Thunderbird) atualizados.

Segue abaixo todas as funcionalidades do script.

Script Features

* Automatically detects and downloads the newest Firefox, Thunderbird, SeaMonkey release from the Mozilla servers
* Allows you to make a choice of language for Firefox or Thunderbird
* Verifies the GPG signature (assures package integrity against malicious tampering or corrupt download) for Firefox or Thunderbird
* Verifies the MD5 sum for SeaMonkey
* Makes a date-stamped back-up of your Firefox, Thunderbird, SeaMonkey profile data
* Automatically integrates Firefox plugins that you have installed from the Ubuntu repositories
* Installs the new Firefox in /opt/firefox, Thunderbird in /opt/thunderbird, SeaMonkey in /opt/seamonkey
* Creates a SeaMonkey menu item in Applications -> Internet menu
* Checks all steps for successful execution
* Has a 'remove' action to remove the official Mozilla build and restore system to pre-installation state.
* Installs an update checker job that periodically performs automatic checks for new versions of Firefox, Thunderbird, or Seamonkey.
* Automatically checks for the latest Ubuntuzilla release and updates itself, to keep up with possible changes in the Mozilla website and release servers.
* Comes conveniently packaged in a .deb for easy installation
* Includes a very helpful man page, for those who don't like to read websites.

segunda-feira, 11 de maio de 2009

sábado, 9 de maio de 2009

ICMP Shell


O que é o ICMP Shell?

ICMP Shell (ISH) permite usuários a se conectarem a um host remoto e abrir uma shell usando somente ICMP para mandar e receber dados.


A instalação é muito simples, use "make", e siga as instruções.

Exemplo de uso:

./ish -i 65535 -t 0 -p 1024 host.com

terça-feira, 5 de maio de 2009

quarta-feira, 29 de abril de 2009

É... meu ipod voltou


Existe coisa pior do que você ser roubado? Você trabalha, sua a camisa, economiza, e quando se da conta seus precioso bem é roubado.
Se tem uma coisa que guardo com muito orgulho de meus pais é a educação que recebi (desconsiderem o post FCKGW abaixo). As vezes quando vejo alguma coisa que alguém consegue, penso para mim mesmo, um dia também vou conseguir, nunca tenho invéja das coisas dos outros, muito pelo contrário, fico feliz por esta pessoa também ter realizado seu sonho, e ter conseguido o que queria.

Meu ipod foi roubado de dentro da minha casa 5 meses atrás.
Não sei quem foi, não sei quando foi, não sei como foi.

Eu particularmente não consigo ficar devendo um centavo, seja aonde for.
Quando tenho alguma divida, não consigo descançar até que tenho ela paga, meu interior fica dando marteladas na minha cabeça, é difícil de explicar. Não consigo pegar o que não é meu.

Nesses 5 meses eu revirei meu armário umas 300 vezes, pegava meus casacos, tentando achar meu ipod..... e nada.

Ontem (28 de abril), ao chegar da faculdade, abro o portão de casa e encontro meu IPOD 30G Preto, intacto, do mesmo jeito que estava antes de ser roubado.
Uma coisa posso dizer.... eu não acreditei no que eu estava vendo, subi os 50 e poucos degraus até chegar na minha casa em dois passos. Estou muito felize de te-lô de volta.
Como disse acima, não sei quem foi, nem quero saber quem foi.

Consciência pesa meus amigos.

Obrigado por devolver meu ipod, e tenho certeza que apartir de hoje suas noites serão mais tranquilas.

Charles.

Para sysadmins

Artigo pego no link

deep thoughts by sysadmins: Steve Stady and Seth Vidal
Licensed under Creative Commons By Attribution license.

1. do it the same, over and over and over again

2. Backups are sacred! If you do not know if your backups are current,
then test them by restoring the data and comparing.

3. Do not make many, tiny partitions, make a smaller number
of larger partitions, instead.

4. Why change the system default when you don't have to?

5. Think now so you don't have to later (at 4am).

6. If you have to do it more than once, automate it. If you cannot
automate it, document it.

7. Personality is for people, not for computers.

8. "Debugging is twice as hard as writing the code in the first place.
Therefore, if you write the code as cleverly as possible, you are,
by definition, not smart enough to debug it." - Brian W. Kernighan

9. If you do not know what a machine will do when it is rebooted, then
it is not production ready.

10. Unless you write an essay on why you need to do something "special"
use the tools, procedures, techniques and resources the OS provided
for you.

11. Remember the Mack Truck Scenario: If no one will be able to figure
this out if you get hit by a Mack truck, then you're doing something
wrong.

12. Revision Control! Comment!

13. Log and rotate logs. Log remotely for best effect.

14. Simplicity is its own reward.

15. If you haven't thought of at least one potential negative outcome
of hitting enter at the end of the command you just typed; then you
don't understand the command well enough to use it on a production
system.

16. Use a unique marker for names of packages that are locally developed.
$domainname perhaps?

17. If you cannot enumerate every port that should be listening on a given
machine; then it is not production ready.

18. If the host firewalling allows access to more ports than ABSOLUTELY
necessary; then the host is not production ready.

19. If it seems like someone else would have encountered this problem
before, they probably have. We do not live in a vacuum. Google for
the answer

20. DOCUMENT!



os-specific:
Solaris:
- Never ever make /tmp its own partition.
WTF? Use tmpfs as it was intended! If you are worried about
apps filling /tmp and starving memory or vice versa use
approparite ulimit controls! That's what they are there for.

- Nothing belongs in /etc/rcN.d except links to scripts in /etc/init.d

Linux:
- If you're installing a binary and it's not installed using the system
packaging mechanism, then you are doing something wrong.

- Linux is not like solaris, do not treat it as such

terça-feira, 28 de abril de 2009

O que você quer ver no HOW2UBUNTU ?


<a href="http://fs16.formsite.com/pitoow/form938348980/index.html">Click here to complete: Eu quero no How2Ubuntu</a>

segunda-feira, 27 de abril de 2009

terça-feira, 21 de abril de 2009

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Novos screenshots do Ubuntu 9.04


Curioso para saber como é a cara do novo ubuntu 9.04. Vejá varios screenshots no site da softpedia clicando aqui.

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Software livre gera economia de meio milhão de reais ao TRT/SC


O Tribunal Regional do Trabalho de Santa Catarina economizou em torno de R$ 520 mil desde que começou a instalar em seus computadores, em junho de 2007, o pacote de softwares livres BrOffice. O valor se refere ao que precisaria ser investido em atualização e aquisição de licenças da suíte de aplicativos MsOffice, que inclui o editor de textos (Word), de planilhas (Excel), de apresentações (Power Point), de banco de dados (Access) e o correio eletrônico (Outlook).

Continue lendo...

quarta-feira, 15 de abril de 2009

FCKGW-RHQQ2-YXRKT-8TG6W-2B7Q8

Translate to English

Você é como eu que lembra até hoje das senhas dos jogos antigos, doom, doom2, heretic, (IDDQD, IDKF) e etccc.... , e se você antigamente também usava produtos micro$oft também deve lembrar de um serial, UM SERIAL dos mais populares do mundo warez;
Quem não lembra da porc(*@#&(&# do FCKGW-RHQQ2-YXRKT-8TG6W-2B7Q8, meu deus, como que alguém não pode lembrar dessa ¨@#*&#@¨instalando o sistema 2 vezes por semana. Não é a toa que este serial foi parar na blacklist da microsoft, tanto que quando você instalava o sistema com esta p*#&@¨de serial, suas updates estavam bloqueadas e outras #*&¨#@ aconteciam depois.
Desculpem pessoal, mas isso estava dentro de mim, e eu precisava descarregar em alguém.



terça-feira, 14 de abril de 2009

[CSS] Não use @import


Olá pessoal, como prometido anteriormente, vou postar aqui no how2ubuntu dicas de css.
Navegando pelo delicious, encontrei um link titulado "don’t use @ import" do site stevesouders.com, onde
, o autor mostra como um site pode ter uma perda de velocidade, quando passa usar o @import, o tutorial possui várias imagens e coementários de usuários, que mostram o efeito do @import no carregamento de uma página. Dica muito interessante para você que é leigo e está aprendendo CSS, para todos webmasters e amantes do conhecimento.

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Senha na BIOS

Olá pessoal como sempre estou tentando melhorar o desempenho do meu sistema, hoje resolvi colocar a senha na BIOS, fazendo que ela seja exigida em toda inicialização do sistema, o usuário tem 3 chances, caso erre as 3 (holy crap) o sistema trava.

Antes eu não tinha senha na bios e sempre precisava colocar login e senha para ter acesso ao sistema. Então aí esta a dica, para quem quer ganhar uns segundos na inicialização no sistema. A bios só pede a senha, com essa aternativa alguns segundos são ganhos.

Essa dica é melhor aplicada em desktops, imagine você ter aplicado isso no seu servidor, e uma hora o sistema da reboot o.O

Leia também aqui

Se você tem outras dicas para ganhar mais desempenho no ubuntu, deixe um link ou seu comentário neste post.